Alunos do Curso de Conservação e Restauração participam do Congresso de Iniciação Científica.

17 12 2013

Alunos do Curso de Conservação e Restauro participaram do Congresso de Iniciação Científica da UFPel, edição 2013. O Congresso de Iniciação Científica (CIC) tem por objetivos a valorização do corpo docente da instituição dedicado ao desenvolvimento de atividades de pesquisa, o incentivo para que alunos de graduação tenham sua formação com forte acento na pesquisa, além da integração da universidade com os demais setores da sociedade.

Como ocorre desde o primeiro ano de funcionamento do Curso de Conservação e Restauração da UFPel, os acadêmicos do curso participaram do CIC 2013. Dentre os participantes, a discente Rosaura Isquierdo Rocha (foto) apresentou o seguinte trabalho: Procedimento de Higienização do Monumento funerário do Poeta Lobo da Costa. O trabalho foi desenvolvido como proposta de avaliação final da disciplina de Introdução à Conservação e Restauro de Materiais Pétreos, ministrada pela Professora Luiza Fabiana Neitzke de Carvalho, que é também coordenadora do Projeto Marmorabilia – Inventário da Memória Tumular do Rio Grande do Sul. A proposta deste estudo tem como objetivo a higienização e a conservação de uma unidade tumular, a fim de aprofundar o conhecimento referente às técnicas de trabalho com o material em que foi executado, o mármore.

A discente Marina Perfetto Sanes, apresentou a Ficha Descritiva do Monumento Funerário do poeta Lobo da Costa, cujo objetivo principal era detalhar o objeto de estudo, de maneira a compreender melhor sua história, autoria, suas características, materiais empregados, dimensões e principalmente seu estado de conservação.

O trabalho apresentado pela discente Susana dos Santos Dode trouxe como tema a Conservação de Materiais Metálicos do Sítio Arqueológico Charqueada Santa Bárbara. Esse trabalho aborda as etapas de conservação arqueológica aplicadas aos objetos metálicos, oriundos das escavações na Charqueada Santa Bárbara. Tais escavações resultam do projeto “O Pampa Negro: Arqueologia da Escravidão na Região Meridional do Rio Grande do Sul (1780-1888)”, cujo coordenador geral é o Prof. Dr. Lúcio Menezes Ferreira. Por sua vez, a coordenação da equipe de conservação do projeto é de responsabilidade do Prof. Dr. Jaime Mujica Sallés.

Já o trabalho apresentado pelo discente Jairo Hardtke Kaster, trouxe como tema: Reservas Técnicas em Museus. O trabalho teve como objetivo despertar a vocação científica e incentivar os alunos do Curso de Conservação e Restauro de Bens Culturais do ICH/UFPEL a atuarem dentro da linha de pesquisa “Instituições de Memória e Gestão de acervos” do doutorado em Memória Social e Patrimônio Cultural do ICH/UFPEL, o que proporcionará ao aluno da graduação a possibilidade de discutir sobre aspectos relacionados à conservação de acervos e também realizar estudos e aplicabilidades de procedimentos de conservação e guarda de acervos em instituições museais, contribuindo assim para sua formação acadêmica. As reservas técnicas deveriam conservar e difundir as informações de um museu. Sabe-se que na prática isso não ocorre por falta de conhecimento, por falta de profissionais capacitados ou mesmo por negligência, por esse motivo, se vê a necessidade de serem ampliadas as pesquisas e estudos desenvolvidos na área, para que possamos estimular os futuros profissionais.

Por Cristiane Rodrigues.

Image


Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: